Movimento Escoteiro é apartidário


20 de novembro de 2020


A Região Escoteira de Mato Grosso do Sul comunica que é contrária a qualquer manifestação de apoio à campanha política e que segue rigorosamente o “Guia de Boas práticas em campanhas políticas – UEB”, que preconiza a postura a ser adotada pelos associados em todo o Brasil.
Além disso, a Região Escoteira alerta para que não seja dado apoio a candidatos, independente do cargo que o postulante pleiteia, usando o nome do Movimento Escoteiro, ou mesmo o uniforme e seus elementos.

Com base no “Guia de Boas práticas em campanhas políticas – UEB”, a Região Escoteira de Mato Grosso do Sul reforça que, em relação a campanha partidária deve-se observar (itens extraído do Guia de Boas práticas em campanhas políticas – UEB):

1) A realização das campanhas político-partidárias não pode suscitar, direta ou indiretamente, o apoio institucional dos Escoteiros do Brasil;
2) Não é permitido realizar campanha político-partidária nas dependências dos Escoteiros do Brasil ou em qualquer mídia que possa vincular a manifestação à imagem de nossa instituição;
3) A Escoteiros do Brasil é uma entidade apartidária e não apoia campanhas políticas de nenhum candidato, sendo que o uso do nome do Movimento Escoteiro em campanhas políticas e ações eleitorais é proibido, ressalvada a possibilidade do candidato afirmar que faz, já fez parte ou apoia o Movimento Escoteiro;
4) É proibido influenciar ou tentar influenciar funcionários jovens e adultos voluntários do Movimento Escoteiro, diretamente ou através de um terceiro, oferecendo, prometendo, pagando ou autorizando o pagamento de qualquer coisa de valor que inclui, mas não se limita, a presentes, hospitalidades, patrocínios, doações, vaga de emprego entre outros;
5) Os Escoteiros do Brasil não contribuem, direta ou indiretamente, seja por doações ou empréstimo de bens, utilização ou cessão de espaço físico, patrocínio de eventos, cessão de mão de obra e/ou qualquer outro recurso, panfletagem, envio de mensagens eletrônicas, afixação de cartazes, ou de qualquer outro material de divulgação, para campanhas políticas, partidos políticos, candidatos a cargos públicos ou qualquer outro tipo de organização que desenvolva atividade política.

Outrossim, a UEB/MS esclarece que o cidadão, membro do Movimento Escoteiro, pode exercer sua liberdade de expressão, mas considerando as orientações acima, de forma a não se pronunciar em nome dos Escoteiros do Brasil.

A Região Escoteira de Mato Grosso do Sul acredita no processo democrático, com base nos valores que nos une e ressalta que os casos contrários as orientações podem ser passivos de Processo Administrativo, ou mesmo ético.

A diretoria regional encontra-se a disposição para sanar eventuais dúvidas.

SAPS

Jefferson de Pádua Melo
Diretor-presidente UEB/MS

  • Compartilhe:

Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens